4 Dicas para vencer o medo das descidas nas trilhas de MTB

Pode acreditar, descer uma trilha de mountain bike é uma das coisas mais divertidas que existem no pedal. É o momento em que todo esforço empregado para se chegar ao topo do morro é recompensado.

Acontece que nem todo ciclista está à vontade com essa situação pois sente medo. Bem, essa é uma sensação absolutamente normal e está diretamente ligada ao nosso instinto de preservação.

O problema começa quando você se priva de fazer algo porque sente medo. No caso das trilhas, muitos simplesmente não querem encarar determinadas rotas; outros, até encaram, mas não conseguem relaxar na descida e acabam perdendo o melhor da viagem.

Queremos, portanto, ajudar você a perder o medo e curtir ao máximo as trilhas de MTB. O primeiro passo é entender o que é essa sensação.

Por que sentimos medo?

Homem com expressão de medo.
O medo é uma sensação gerada a partir de um sentimento de insegurança.
O medo é uma sensação gerada a partir de situações de perigo ou da preocupação de que algo aconteça de forma contrária ao que estava previsto. Ele pode causar o estresse, a ansiedade e sensações de “luta ou fuga” – luta para enfrentar essas situações e fuga para ficar bem longe delas. 

Existem dois tipos de medo: o racional, quando pautado em algo possível, e o irracional, quando não faz sentido lógico. Além disso, os medos possuem diferentes variações, podendo ser uma apreensão ou, até mesmo, uma fobia.

É importante destacar que o medo é um reflexo emocional que serve para nos adaptarmos ao meio. Ou seja, se encarado como algo positivo e enfrentado numa boa, pode te ajudar a se preparar mais adequadamente para uma situação.

A boa notícia é que podemos fazer algo para reverter a situação. Para tanto, é necessário reconhecer suas causas, entender que o medo que você está sentindo tem solução, e trabalhar sua confiança com treinamento.

Portanto, iremos agora passar 4 dicas de treinamento que irão ajudá-lo a vencer o medo das trilhas de MTB. Confira:

Treine mais

Falta de confiança gera o medo e nada melhor para trabalharmos nossa confiança do que o treinamento. Afinal, quanto mais bem treinado você estiver, mais vai se sentir à vontade em descidas complicadas e técnicas.

Entenda onde precisa evoluir, treine, ganhe confiança e vença o medo.

Comece aos poucos

De todas as razões que geram a sensação de medo, a mais importante é o instinto de preservação. Portanto, vá devagar, comece seu treinamento com metas mais modestas. Escolha trilhas mais fáceis e vá ganhando confiança aos poucos.

Siga os mais experientes nas trilhas de MTB

Você provavelmente tem um ou mais amigos que literalmente se jogam nas trilhas mais insanas. Quem vê de fora deve achar que eles são loucos (e talvez até você pense isso)! Mas já parou pra pensar que por trás dessa aparente ‘insanidade’ existem horas e mais horas de treino que deram a eles a confiança suficiente para superar seus limites?

Descer bem tem tudo a ver com a experiência de saber escolher o melhor traçado na descida. E como ganhar experiência? Treinando!

E qual a melhor maneira de treinar? Aprender com os mais experientes!

Portanto, siga seu colega bom de descida o máximo que você puder. Isso irá lhe mostrar que descidas seguras e confiantes tem muito mais a ver com habilidade do que com lentidão.

Configure sua bike corretamente

O treino dará a confiança necessária para descer as trilhas de MTB sem medo.
O treino dará a confiança necessária para descer as trilhas de MTB sem medo.

Primeiramente, assegure-se de que a manutenção de sua bike esteja em dia, pois isso irá garantir mais segurança durante o pedal. Em seguida, veja algumas dicas de configuração que vão ajudar você a desbravar as descidas com mais confiança:

Levante seu guidão – Muitos ‘pros’ usam o guidão lá embaixo, porém, acredite, você vai ganhar muito mais ao elevar seu guidão do que ao rebaixá-lo. Essa configuração lhe dará muito mais controle e, consequentemente, segurança, diminuindo o medo de descida. Experimente!

Guidão largo e mesa mais curta – O mountain bike é muito menos afetado pelo efeito do vento que o ciclismo de estrada, portanto tente colocar uma mesa mais curta, de 100mm pra menos, e compensar esse comprimento com um guidão mais largo.

Experimente diferentes configurações de pneus – seus pneus traseiro e dianteiro devem ter a mesma largura, porém, experimente pneus com cravos mais largos e espaçados na frente e pneus mais “rápidos” atrás. Essa configuração trará mais aderência nas curvas e sem uma perda muito significativa de velocidade.

Agora que você já sabe como fazer para encarar as descidas com mais confiança, confira esse artigo em nosso blog para aumentar ainda mais a sua motivação: Conheça 4 das melhores trilhas de MTB no Brasil.