Tênis para trilha: veja como escolher o seu

Os esportes de aventura podem causar bastante impacto nas articulações, motivo pelo qual um tênis para trilha é recomendado em algumas situações. As atividades de trekking, dependendo do terreno, envolvem muito esforço. E uma maneira de se precaver de lesões nos pés e tornozelos é escolher os equipamentos adequados.

Veja como escolher um tênis para trilha!

Por que ter um tênis para trilha?

Porque um tênis para trilha adequado proporciona conforto e bom desempenho ao aventureiro. Essa aventura pode ser uma atividade de alto impacto, seja um trajeto de poucas horas ou de vários dias. 

Os pés sofrem bastante com calos, lesões e bolhas se não forem protegidos. Se você tem problemas de circulação, um tênis com amortecimento adequado pode prevenir o aparecimento de vasos.

Em outras palavras, o tênis para trilha será fundamental para que você tenha uma boa experiência. Nas diversas inclinações e terrenos, você terá um calçado para enfrentar condições difíceis.

Mas como escolher o tênis ideal para sua trilha? É melhor uma bota ou um tênis? Seja o que for, você precisará de um solado com boa aderência, resistente, que protege contra a umidade e é flexível na medida certa.

Como escolher o tênis para trilha ideal para seu perfil?

Pés, vistos de cima, calçados com tênis para trilha na cor bege e pisando sobre folhas secas

Comprar um tênis para trilha é, possivelmente, sua melhor aquisição para se aventurar com conforto e estabilidade. 

A escolha certa dependerá do que você deseja, pois existem inúmeros fatores que influenciam em sua compra. Há tênis leves e sem suporte para tornozelo que são ótimos para caminhadas fáceis e rápidas. Por outro lado, terrenos irregulares demandam um calçado com mais suporte. 

Sejam quais forem suas demandas, saiba que há um tênis para trilha perfeito para você. Veja como escolher!

Analise seus percursos mais comuns

Antes de comprar um tênis para trilha, você deve se perguntar quais são seus percursos mais comuns. O tipo de terreno é um dos fatores que influenciam em sua escolha, bem como a duração da caminhada e o peso da sua mochila. Esses calçados são projetados para tipos específicos de trajetos. 

Uma caminhada curta pelo litoral (ou qualquer lugar plano) precisa somente de conforto, amortecimento e liberdade de movimento. Existem tênis e botas sem cano alto e solado sem cravos, por exemplo. Mas se você pretende se aventurar na neve, calçados quentes e impermeáveis são fundamentais. 

Já os tênis para trilha em montanhas precisam ser leves para que os passos não sejam tão pesados na subida. Um solado aderente será fundamental para não derrapar, bem como para a firmeza dos tornozelos. Um modelo de cano alto é sempre indicado para terrenos muito irregulares, pois deixa o pé mais rígido.

Além disso, pense na duração da sua caminhada. Até 3 horas, basta um maior reforço no calcanhar. Acima disso, opte por um tênis com amortecimento integral.

Confira os principais elementos do tênis para trilha

Na hora de escolher um tênis para trilha, você deve pensar em solado, entressola e cabedal. Além disso, considere também amortecimento, numeração, impermeabilidade e respirabilidade.

Veja os elementos do tênis:

  • Solado: possibilita a aderência correta a cada tipo de terreno, abrange a base da sola e as laterais. Os solados dos tênis para trilha são mais retos, sem muita curvatura, para dar mais firmeza nas passadas.
  • Cabedal: responsável por fornecer a segurança, é a parte que “abraça” os pés dentro do tênis. Ele varia conforme o percurso, pois existem cabedais impermeáveis, respiráveis e com forros extras.
  • Entressola: em um tênis para trilha, a entressola é mais baixa e mais firme por causa da irregularidade do solo. Ela traz, portanto, mais segurança na pisada.

Analise as características do calçado

Além dos elementos anteriores, o praticante de trekking precisa analisar as características básicas do calçado. E quais são elas? Veja!

  • Numeração: comprar um tênis para trilha na numeração exata que você usa pode ser ruim. Especialistas recomendam a escolha de um número maior do que o seu para garantir proteção e conforto. Afinal, o impacto dos dedos com o bico do tênis é maior nas trilhas, e você deve utilizar meias mais grossas para manter os pés secos.
  • Travas e/ou ranhuras: garantem a boa aderência e a tração em superfícies molhadas e secas. As travas protegem os pés e dão mais segurança nas passadas em terrenos irregulares. As ranhuras aumentam a aderência e evitam que as pedras se alojem na sola.
  • Respirabilidade: calçados respiráveis são muito importantes para garantir a saúde dos pés, evitando a proliferação de bactérias e fungos. Nos dias frios, permitem a dissipação da umidade, mas sem deixar o frio entrar.
  • Impermeabilidade: um calçado impermeável protege os pés de chuvas fortes, poças de água e lama, e riachos rasos. Se seu percurso possui essas intercorrências, é preciso ter um tênis impermeável.
  • Conforto: avalie seu tênis e veja se consegue caminhar naturalmente com ele.
Pessoa caminhando sobre pedregulho com seu tênis para trilha marrom escuro

Por fim, o último aspecto que você deve considerar ao escolher seu tênis para trilha é sua biomecânica. Biomecânica é a ciência que estuda o movimento. Quando você a compreende, é possível escolher calçados certos que melhoram sua performance e técnica, e previnem lesões.

É preciso conhecer sua pisada, porque ela diz muito sobre como seu corpo se comporta durante a trilha. Se você não sabe qual é sua pisada (neutra, pronada ou supinada), pode descobrir com um teste com profissionais qualificados. Na dúvida, opte por um tênis com pisada padrão (neutra). 

Os tênis para trilha são fabricados levando em consideração a maior parte das variações de pisada. Por isso, garantem conforto e segurança para a maioria dos praticantes sem desvios graves. Para quem possui alguma particularidade na pisada, é mais fácil utilizar palmilhas personalizadas dentro do tênis.

Escolher um bom tênis para trilha é importante para garantir que sua aventura seja prazerosa e tranquila. Mas não vai adiantar muito se você carregar sua mochila pesada demais ou não prestar atenção a este equipamento essencial para o trekking.

Que tal saber como escolher a mochila para sua aventura?